A Sutil Arte de Ligar o Foda-se
Filosofia , Política , Psicologia , Saude , Teoria e Crítica / 15 de Janeiro de 2018

Chega de tentar buscar um sucesso que só existe na sua cabeça. Chega de se torturar para pensar positivo enquanto sua vida vai ladeira abaixo. Chega de se sentir inferior por não ver o lado bom de estar no fundo do poço. Coaching, autoajuda, desenvolvimento pessoal, mentalização positiva – sem querer desprezar o valor de nada disso, a grande verdade é que às vezes nos sentimos quase sufocados diante da pressão infinita por parecermos otimistas o tempo todo. É um pecado social se deixar abater quando as coisas não vão bem. Ninguém pode fracassar simplesmente, sem aprender nada com isso. Não dá mais. É insuportável. E é aí que entra a revolucionária e sutil arte de ligar o foda-se. Mark Manson usa toda a sua sagacidade de escritor e seu olhar crítico para propor um novo caminho rumo a uma vida melhor, mais coerente com a realidade e consciente dos nossos limites. E ele faz isso da melhor maneira. Como um verdadeiro amigo, Mark se senta ao seu lado e diz, olhando nos seus olhos: você não é tão especial. Ele conta umas piadas aqui, dá uns exemplos inusitados ali, joga umas verdades na sua cara e pronto, você já…

O Caminho de Casa
Biografia , Contos , Historia , Política , Teoria e Crítica / 11 de Janeiro de 2018

Yaa Gyasi tornou-se um dos nomes mais comentados na cena literária norte-americana em 2016. Seu romance de estreia, O caminho de casa, recebeu resenhas dos mais importantes jornais e revistas do país, alcançou a disputada lista dos mais vendidos do The New York Times e foi incluído na prestigiosa lista dos 100 livros notáveis do ano do mesmo jornal. Com uma narrativa poderosa e envolvente que começa no século XVIII, numa tribo africana, e vai até os Estados Unidos dos dias de hoje, Yaa mostra as consequências do comércio de escravos dos dois lados do Atlântico ao acompanhar a trajetória de duas meias-irmãs e das gerações seguintes dessa linhagem separada pela escravidão. Effia e Esi, irmãs que não se conhecem, nascem em duas aldeias tribais diferentes de Gana. Effia, a moça mais bonita do lugar, é vendida pelos pais para um colonizador inglês chamado James, e viverá com conforto nas salas palacianas do Castelo de Cape Coast. Quey, seu filho mestiço, será enviado para estudar na Inglaterra antes de voltar à Costa do Ouro para servir como administrador do Império. Mas sua irmã Esi terá outra sorte: encarcerada abaixo dos aposentos de Effia, no calabouço das mulheres do castelo, ela…

Império
Historia , Política / 4 de Janeiro de 2018

Na época que antecedeu a Segunda Guerra Mundial, o Império Britânico cobria mais de um quarto da superfície terrestre. Ainda que, para as novas gerações, esse período possa ser visto como nada além do que uma época remota, o momento é propício para uma reavaliação. Neste novo trabalho, Niall Ferguson argumenta que o império britânico não deve ser visto apenas como um passado vitoriano, mas sim, como o berço da modernidade. Quase todas as características existentes no século XXI podem ser identificadas na extraordinária expansão econômica, populacional e cultural da Grã-Bretanha desde o século XVII até a metade do século XX: economia globalizada, revolução nas comunicações, mudanças raciais na América do Norte, a noção de humanitarismo, a natureza da democracia. Com a originalidade e o rigor que fizeram do autor um destaque entre os historiadores britânicos, Ferguson mostra que, longe de ser um assunto nostálgico, a história do Império Britânico está repleta de lições para o mundo atual.

A Revolução dos Bichos
Clássicos , Política , Teoria e Crítica / 22 de dezembro de 2017

Escrita em plena Segunda Guerra Mundial e publicada em 1945 depois de ter sido rejeitada por várias editoras, essa pequena narrativa causou desconforto ao satirizar ferozmente a ditadura stalinista numa época em que os soviéticos ainda eram aliados do Ocidente na luta contra o eixo nazifascista. De fato, são claras as referências: o despótico Napoleão seria Stálin, o banido Bola-de-Neve seria Trotsky, e os eventos políticos expurgos, instituição de um estado policial, deturpação tendenciosa da História mimetizam os que estavam em curso na União Soviética. Com o acirramento da Guerra Fria, as mesmas razões que causaram constrangimento na época de sua publicação levaram A revolução dos bichos a ser amplamente usada pelo Ocidente nas décadas seguintes como arma ideológica contra o comunismo. O próprio Orwell, adepto do socialismo e inimigo de qualquer forma de manipulação política, sentiu-se incomodado com a utilização de sua fábula como panfleto. Depois das profundas transformações políticas que mudaram a fisionomia do planeta nas últimas décadas, a pequena obra-prima de Orwell pode ser vista sem o viés ideológico reducionista. Mais de sessenta anos depois de escrita, ela mantém o viço e o brilho de uma alegoria perene sobre as fraquezas humanas que levam à corrosão dos…

Um Dia de Cólera
Aventura , Destaques , Historia , Política , Suspense / 19 de dezembro de 2017

As vinte e quatro horas que mudaram o destino de Espanha, Heróis e cobardes, vítimas e verdugos, uma imensidão de nomes que a História apagou ou apenas reteve em listas de mortos e feridos ou relatórios militares. Todos esses homens e mulheres são autênticos e revivem nestas páginas o dia em que os seus gestos mudaram para sempre o destino de uma nação. A 2 de Maio de 1808, Madrid foi cenário de uma revolução espontânea. O ressentimento gerado pela presença francesa intensificou-se e a população reagiu por fim aos abusos de que era alvo. É a essa população que Pérez-Reverte dá voz em Um Dia de Cólera. Um livro que não é ficção. Que não é um documento histórico. É, sim, uma história coletiva feita de pequenos e obscuros casos individuais. Uma história feita de luz e sombra. De pessoas que nada têm a perder e cuja união gera a cólera de que se fez uma revolução.

A Revolução Russa
Historia , Política / 18 de dezembro de 2017

O livro contém três textos de Rosa Luxemburgo. O primeiro, “Questões de organização da sociodemocracia russa” consiste numa crítica da teoria leninista do partido de vanguarda centralizado. O segundo, “A Revolução Russa”, pode ser considerado um texto de apoio crítico aos bolcheviques. O último, “O que quer a Liga Spartakus”, adotado como programa do Partido Comunista Alemão, quer ser um resumo das ideias políticas da autora.

Foucault – Filosofia & Política
Destaques , Filosofia , Historia , Política / 18 de dezembro de 2017

Organizada por especialistas na produção intelectual de Michel Foucault, esta obra, integrante da coleção Estudos Foucaultianos, traz grande parte das discussões e indagações apresentadas no VI Colóquio Internacional Michel Foucault: Filosofia e Política, realizado em 2009 no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Este livro oferece uma série de artigos que discutem sobre os estudos de Michel Foucault acerca de filosofia e política. Para tanto, os autores produziram aqui análises sobre as relações de saber e de poder que revelam, com muita propriedade, os nexos entre filosofia, presente histórico e participação política presentes na obra do filósofo francês.

As Veias Abertas da América Latina
Economia , Historia , Política / 14 de dezembro de 2017

Remontando a 1970, sua primeira edição, atualizada em 1977, quando a maioria dos países do continente padecia facinorosas ditaduras, este livro tornou-se um ‘clássico libertário’, um inventário da dependência e da vassalagem de que a América Latina tem sido vítima, desde que nela aportaram os europeus no final do século XV. No começo, espanhóis e portugueses. Depois vieram ingleses, holandeses, franceses, modernamente os norte-americanos, e o ancestral cenário permanece – a mesma submissão, a mesma miséria, a mesma espoliação.  

Os Donos do Poder
Destaques , Historia , Política / 14 de dezembro de 2017

Ensaio fundamental, acadêmico, para a compreensão da formação social e política brasileira. Partindo das origens portuguesas de nosso patronato político, o autor demonstra como o Brasil foi governado, desde a colônia, por uma comunidade burocrática que acabou por frustrar o desenvolvimento de uma nação independente. Sua análise abarca o longo período que vai da Revolução Portuguesa do século XIV até a Revolução de 1930 no Brasil.

Compartilhe nosso site na sua Rede Social

Deixe seus amigos leitores saberem do nosso site.
close-link